Selo de ótimo no Reclame Aqui!

Cotar Agora
Curiosidades Dicas Notícias Novidades

123 anos de Belo Horizonte, a capital mineira. Veja essa história

Por Amanda Maia

Um pouquinho de história

Belo Horizonte nem sempre foi a capital de Minas Gerais. No período da exploração do aurífera, o estado era representado pela a cidade de Ouro Preto, que teve seu auge até o século XVIII, com a escassez do ouro. Então, o ciclo do ouro chegou ao fim configurando um novo estado, onde a pecuária e a agricultura passam a se destacar como atividade comercial. A partir daí a capital de minas deixou de ser em Ouro Preto e passou para um modesto arraial, circundado de montanhas, rico em cursos d'água, com um clima ameno. Era um grande vale cercado por rochas variadas e dobradas, chamado Curral Del Rey, e que logo depois passaria a se chamar Belo Horizonte.

O projeto de BH

Belo Horizonte foi uma das primeiras cidades brasileiras planejadas e foi projetada pelo Engenheiro Aarão Reis, lá por volta de 1800. Ele deu às vias do antigo Curral Del Rey uma característica muito peculiar, marcadas por ruas perpendiculares cortadas por avenidas em diagonal, quarteirões regulares e uma avenida principal, que marca todo o perímetro ao seu entorno, a Avenida do Contorno. O objetivo na época, era criar uma das maiores e modernas cidades brasileiras do século XX. E conseguiram. Depois, principalmente no período industrial entre as décadas de 30 e 40, a cidade se expandiu para além do perímetro inicialmente planejado e foi novamente moldada a partir da inspiração modernista. Foi quando surgiu o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, os projetos de Oscar Niemeyer, as pinturas de Portinari, as esculturas de Alfredo Ceschiatti e os jardins de Roberto Burle Marx, obras que integram o espaço público da cidade.

Cultura rica internacionalmente reconhecida

BH é conhecida em todo lugar! Sua influência ultrapassa até os limites nacionais, não apenas no âmbito econômico ou político, mas principalmente cultural. A cidade possui importantes monumentos, parques, teatros, cinemas e museus, como o Museu de Arte da Pampulha, o Museu de Artes e Ofícios, o Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, o Circuito Cultural Praça da Liberdade, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, o Mercado Central e a Savassi, e eventos de grande repercussão, como o Festival Internacional de Teatro, Palco e Rua (FIT-BH), Festival Internacional de Curtas e o Encontro Internacional de Literaturas em Língua Portuguesa e muitos outros. É também conhecida como a capital dos boêmios. Sim! Dizem que o fato de MG não ter mar, fez com que passassem a existir mais bares per capita do que em qualquer outra grande cidade do Brasil, até as litorâneas! O turismo de negócios A cidade é um dos maiores centros financeiros do país e sua atividade comercial hoje predomina o setor terciário, do comércio e de prestação de serviços. Beneficiada por sua estratégica localização, entre São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, BH acabou se desenvolvendo como polo do turismo de negócios, sediando importantes eventos nacionais e internacionais. Além, claro, de se tornar porta de entrada para as cidades mineiras como Ouro Preto, Mariana, Sabará, Caeté, Santa Luzia, Congonhas, Diamantina, São João Del Rei e Tiradentes.

Curiosidades interessantes sobre BH

Comida de boteco

O festival Comida di buteco, é uma competição anual de bares que serve de pretexto para visitar diversos bares e botecos de BH todas as noite durante um mês em busca dos melhores tira-gostos. Os bares disputam em categorias como higiene, temperatura da cerveja, serviço e principalmente, o melhor tira-gosto. Os vencedores são decididos não só pelos jurados, mas também por votação popular. Nomes das ruas Falamos que BH foi uma das cidades planejadas do país. O nome das ruas são os estados brasileiros, as tribos indígenas, os rios etc. Mencioná-los era uma verdadeira aula, e foi também uma forma de ensinar a população, que ainda era carente de ensino formal. Cemitério do Bonfim O Cemitério do Bonfim, foi construído em 1897, bairro do Bonfim, e é considerado ponto turístico do circuito oficial de BH. Além de lápides altas, vistosas, feitas em mármore, lá foram enterradas diversas figuras públicas e personalidades importantes do Brasil, como ex-presidentes e ex-governadores mineiros. A matriz da PROAUTO também está em BH

  Pioneira no ramo de proteção veicular, a PROAUTO foi fundada em 2007, a partir da união de pessoas sérias, com vasto conhecimento técnico e comercial neste mercado. O propósito desta união foi a redução significativa do custo na contratação da proteção para veículos de passeio e motocicletas, sem perder de vista a satisfação dos seus serviços e atendimentos. Seu compromisso central está em proporcionar aos associados benefícios diferenciados e atendimentos de excelência, totalmente personalizados, zelando sempre pela transparência, pela legalidade, honestidade e a lealdade junto aos seus públicos de interesse, e aos mais de seus 1822 colaboradores e parceiros.

Confiança e respeito de adquire com o tempo!

Em 2020 a PROAUTO completou 13 anos de história. Com 153 filiais presentes em o todo Brasil, atualmente a PROAUTO oferece proteção a mais de 151 mil veículos contra roubo/furto, colisão, cobertura a terceiros, assistência 24hrs ao veículo e ao associado, rastreamento, e até prejuízos causados pela natureza. Além de não promover análise de perfil de condutor, fator determinante na diferenciação entre seguro e proteção veicular, a PROAUTO oferece planos sob medida de acordo com a necessidade de cada associado e a preços acessíveis. Por essas e outras, somos muito gratos por ter nossa história fundida com a de Belo Horizonte!

A matriz da PROAUTO fica situada na Av. Adma Sabá Paiva, 289, no bairro Ouro Preto.

Em função do isolamento social, agende sua visita utilizando os contatos abaixo:

Telefone: (31) 3490-9000

Clique aqui para acessar o site.