Inclua rastreador e fique tranquilo

Cotar Agora
Na Mídia Notícias Novidades

Como parcelar o IPVA 2022?

Por Raphael Segato

O ano começa e a programação do IPVA 2022 também. Cada estado tem sua autonomia para definir as condições, reajustes, parcelamentos e descontos. O imposto é obrigatório e é de responsabilidade da Secretária da Fazenda Estadual, por isso, é importante ficar atento as condições do seu estado e dos canais oficiais.

Junto com a cobrança do IPVA surgem golpes e cobranças indevidas, sites que simulam os sites oficiais, boletos falsos e outras modalidades de “golpe” fazem vítimas na hora de pagar o IPVA. Por isso, pesquise sempre as fontes, os canais oficiais e valide boletos e endereços de site antes de inserir dados e prosseguir com os pagamentos.

Para aliviar o bolso do contribuinte e não comprometer a renda, alguns estados propuseram um parcelamento com prazo maior, outros oferecem descontos mais significativos e teve estado que congelou o valor do imposto e prorrogou o pagamento.

Além disso, em alguns casos o pagamento pode ser feito através do cartão de crédito e parcelado. Isso conforme operadora conveniadas em cada estado, e existe também o caso de Fintechs, que oferecem a possibilidade de parcelamento em até 21 vezes.

Os principais bancos também disponibilizam em seus caixas eletrônicos e ou aplicativos atalhos para a emissão e pagamento do tributo. Lembrando que para isso você precisa ter em mãos o código RENAVAM e Placa do Veículo.

Como você deve ter percebido os pontos de atenção são muitos, e não tem escapatória, afinal o imposto é obrigatório e o não pagamento pode acarretar em multa e punições severas. Sem o pagamento do IPVA, não é possível emitir o licenciamento do veículo e como consequência uma multa de R$ 293,47 e perda de 7 pontos na carteira. Além disso, o contribuinte pode ter o nome incluído no cadastro de dívidas ativas. Em alguns casos o veículo pode ser apreendido.

O alivio no bolso do contribuinte será sentido porque como no ano de 2021, o DPVAT não será cobrado em 2022. A isenção é possível graças ao saldo remanescente na conta da Seguradora Lider. O alivio no bolso pode ser generoso, já que a variação da cobrança oscilava entre R$ 10 e R$ 600 reais.

Segue abaixo a programação em alguns dos principais estados brasileiros:

São Paulo

São Paulo reajustou em média de 22,4% os valores do IPVA no estado, em alguns casos chegando a 30%. O pagamento a vista com desconto que pode variar de 5% a 9% conforme calendário de datas. Parcelamento direto com o Estado em até 5 vezes de fevereiro a junho de 2022. Através do aplicativo do Poupa Tempo Digital é possível verificar o valor do tributo.

Minas Gerais

Minas gerais foi o estado que congelou os valores de IPVA sem reajustes do ano de 2021 para 2022 e além disso, prorrogou o pagamento para iniciar em março de 2022. A partir do dia 21 de março o pagamento poderá ser feito a vista com desconto de 3% ou parcelado em até 3 vezes. Os valores e tabela podem ser consultados no site da SEF (Secretária do Estado da Fazenda) ou no site DETRAM MG.

Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, o reajuste médio no valor do imposto foi de 20% ou mais. O desconto para pagamento a vista no estado foi de 10%, com a possibilidade de parcelamento em até 6 vezes. As datas e prazos de vencimento foram mantidos no primeiro trimestre de 2022.

Santa Catarina

Em Santa Catarina, o imposto não sofreu reajuste se comparado com o cobrado em 2021. Em contar partida não haverá pagamento com desconto, restando a possibilidade de parcelamento em até 3 vezes. Através de aplicativos locais é possível pagar o IPVA em até 12 vezes.

Bahia

Na Bahia o reajuste médio ficou em 22,8%, em contra partida o estado oferece um dos descontos mais generosos para o pagamento a vista. A vista o imposto tem um desconto de 20%. O IPVA na Bahia também poderá ser parcelado em até 5 vezes diretamente com o estado.