Vem ser PROAUTO, fique tranquilo

Cotar Agora
Curiosidades Dicas Na Mídia Notícias

Dicas preciosas para economizar combustível

Por Raphael Segato

Sonho de quase todo brasileiro é o carro próprio, afinal somos apaixonados por carros. Já tratamos por aqui sobre vários temas relacionados ao carro, desde manutenção, documentação, compra e muitos outros cuidados essenciais para que a sua conquista seja aproveitada ao máximo.

Agora vamos falar sobre algo que anda pesando o orçamento e doendo no bolso, o combustível. Com a disparada do preço, abastecer o carro tem se tornado uma tarefa complicada. Mas fique tranquilo, temos dicas para te ajudar a economizar combustível sem precisar de nenhuma artimanha ou gambiarra.

Ah e para lembrar, aqui na PROAUTO estamos sempre sorteando Vales Combustíveis, torne-se um associado, acompanhe nossas redes sociais e participe de nossas ações e sorteio. Vale muito a pena ser PROAUTO.

Veja agora nossas dicas para economizar combustível:

Dose o pé no acelerador

Não precisa nem falar sobre respeitar os limites de velocidade, afinal colocar sua vida em risco não é uma opção. Mas na hora de economizar o importante é ser suave. Na hora que o semáforo abre, pressione o pedal somente o suficiente para mover o carro, não precisa pisar fundo.  O movimento de acelerar e frear o tempo todo só faz aumentar o consumo. Lembre-se, a ideia é uma velocidade constante e uniforme na hora de economizar combustível.

Acelere e freie na medida

Se você freia bruscamente com certa frequência, muito provavelmente é porque está acelerando demais. Frear com antecedência ajuda a ter uma desaceleração suave e consequentemente gastar menos combustível. Alias, essa é uma dica que ajuda você a evitar acidentes, economizar os freios e também o combustível. Lembre-se, a desaceleração suave ajuda em uma retomada de aceleração também suave, logo economia!

A marcha certa

A gente sabe que no dia a dia do trânsito a troca de marcha pode ser constante. Em alguns carros o computador de bordo ajuda orientando e indicando o melhor momento de trocar a marcha. Em caso de carros automáticos não existe essa preocupação, a não ser da aceleração agressiva e uma dica importante é se guiar pelo conta giros ou pesquisar mais sobre o modelo para saber a janela ideal para troca de marcha. E por falar em marcha, nada de “descer na banguela”, além de colocar em risco a sua vida com a ausência do freio motor, pode sobrecarregar o sistema de frenagem. Com o câmbio em neutro, será preciso injetar combustível para manter seu funcionamento em marcha lenta.

Encher o tanque sim ou não?

Uma das polemicas mais antigas é sobre encher o tanque do carro ou não. Mesmo porque atualmente não está fácil garantir o tanque cheio, mas a lógica de não encher o tanque é simples. Quanto mais pesado o carro estiver, maior vai ser o consumo do combustível.  Nem toda resposta é definitiva, quando o reajuste do combustível for anunciado de forma antecipada, o tanque cheio pode representar economia. O que conta é sobre abastecer com álcool ou gasolina. Mas infelizmente ultimamente não está compensando abastecer com etanol.

Falando em peso...

Carro mais leve, menos peso, menos força para mover o carro! Sendo assim, tente carregar o menor peso possível em seu carro. Essa é uma decisão que pode pesar ou não no bolso.

Mas se tanque cheio não é tão bom, que tal andar na reserva....

Por outro lado, andar com o carro na reserva não é boa ideia. O tanque vazio facilita a evaporação do combustível, ou seja, desperdiça os precisos liquido (gasolina ou etanol). Além disso, partículas de sujeira podem depositar no fundo do tanque sendo sugadas para o filtro e consequentemente para o motor. Ou seja, mais gasto com manutenção.

Outras dicas que fazem a diferença são....

  • Mantenha o carro alinhado e balanceado
  • Evite o uso do ar condicionado, principalmente em veículos com motores menos potentes
  • Mantenha pneus sempre calibrados
  • Compare trajetos, e descubras rotas mais curtas ou que permitem um melhor desenvolvimento do carro,
  • Mantenha a manutenção em dia
  • Não acredite em produtos milagrosos