Peças Originais e Genuínas

Cotar Agora
Dicas

Direção Defensiva, Salva Vidas!

Por Raphael Segato

Não resta dúvidas de que o carro é uma das maiores invenções da humanidade. O universo de conforto e facilidades promovidos pelos carros é fundamental em nossas rotinas.

Segundo estimativas do IBGE, existem no Brasil 1 carro para cada 4 habitantes. O volume de carros em circulação cresce a cada dia, mas infelizmente a infraestrutura não acompanha esses números. Em um exemplo do contraste, segundo dados da CNT, apenas 12,4% da malha rodoviária brasileira é asfaltada, isso expõe um lado do trânsito que assusta, muitos carros em circulação, mas uma estrutura confusa e que contribui para um aumento significativo no número de acidentes.

A pergunta é: É possível ter um carro e conseguir circular em segurança pelo trânsito?

A resposta é: Sim!

Muito além das tradicionais recomendações de atenção, cuidado e gentileza, existe um comportamento no volante chamada de Direção Defensiva, que ajuda você a ir e voltar sem se envolver em acidentes. Lembramos ainda que os acidentes podem ir muito além de um simples esbarrão. De acordo com dados do Ministério da Infraestrutura, no ano de 2021 foram em média 72 acidentes por hora, o número total de acidentes supera os 630 mil ao longo de 2021. E o dado mais triste de todos é 32 mortes por dia.

No meio de tantas inovações e carros cada dia mais bonitos, esquecemos que o trânsito é composto por vidas, que não podem ser reparadas ou recuperadas. A prevenção e cuidado são as únicas formas de evitar uma tragédia. Por trás de todos os dados estatísticos esses números são pessoas, família, amigos e parentes que se foram por descuido ou imprudência.

Segundo resolução nº 168 do CONTRAM, o curso de Direção Defensiva deve abordar:

  • Conceito de direção defensiva;
  • Conduzindo em condições adversas;
  • Conduzindo em situações de risco (cruzamentos e curvas, ultrapassagens, frenagem normal e de emergência, derrapagem e ondulações e buracos);
  • Como evitar acidentes em veículos de duas ou mais rodas;
  • Abordagem teórica da condução de motocicletas com passageiro e/ou cargas;
  • Cuidados com os demais usuários da via;
  • Respeito mútuo entre condutores;
  • Equipamentos de segurança do condutor motociclista;
  • Estado físico e mental do condutor, consequências da ingestão e consumo de bebida alcoólica e substâncias psicoativas;
  • Situações de risco.

É importante ressaltar que o trânsito é formado por todos. A sua atitude faz parte dessa construção para uma condução segura que poupa vidas. Muito além de reparos mecânicos e consertos que por si só já causam dor de cabeça, tem muito mais em jogo em um possível acidente de trânsito.

Na hora de dirigir, lembre-se: Proteção e cuidado precisam estar presentes o tempo todo. A sua vida importa assim como qualquer vida.