A escolha de 180 mil motoristas

Cotar Agora
Curiosidades Na Mídia Notícias Novidades

Conmebol Libertadores:a relação da competição com os carros

Por Raphael Segato

Quem já assistiu aos jogos devem se lembrar que sempre no canto do campo, ou atrás do gol, sempre teve algum carro em exposição.

Toyota

A pioneira em patrocinar a Conmebol Libertadores foi a Toyota, era normal ver seus carros expostos ao redor do gramado, a montadora japonesa ficou de 1998 a 2018.

Com 20 anos de patrocinadora, a Toyota promoveu diversos lançamentos, dentre eles, carros bastantes conhecidos que eram lançados nos respectivos anos, como Hilux, Corolla, Prius, Rav4 e outros carros de destaque da marca. Além de lançar seus veículos, o considerado craque da competição ganhava o modelo do ano que acabava de ser lançado ou o carro de destaque da montadora.

Em 2008 isso mudou, quem ganhava o carro do ano era o treinador da equipe campeã e sua entrega era marcada pela tradicional chave dourada.

Ford

Com o fim da parceria entre Conmebol e Toyota, chegou a hora da montadora americana Ford.

A montadora veio com uma missão nada fácil, sendo a substituta da concorrente que marcou mais de uma década. Com muita promessa de lançamentos durante os 2 anos de contrato, assim foi o começo da trajetória da Ford, mas que teve o começo freado devido à pandemia do COVID-19.

Com a crise da Ford na América do Sul, a montadora optou por fechar suas fábricas no Brasil e dessa forma afetou lançamento de seus veículos, como por exemplo o Ford Territory (foto). Mesmo com a volta parcial dos jogos, o Palmeiras que havia sido campeão em 2020, não recebeu o sonhado carro para o técnico campeão.

E agora com o mundo voltando aos poucos para normalidade?

A expectativa é que possa voltar os tradicionais carros ao redor do gramado, seja na lateral ou atrás de um dos gols, afinal era uma tradição assistir as partidas e avistar os carrões do ano.