Assistência 24 horas em todo Brasil

Cotar Agora
Curiosidades Dicas Na Mídia Notícias

254 anos de Piracicaba/SP: Conheça a história do município

Por PROAUTO

História

Oficialmente, o povoado de Piracicaba, termo da Vila de Itu, foi fundado em 1º de agosto de 1767, sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres. Em 1774, a povoação constituiu-se em Freguesia, com uma população estimada em 230 habitantes. Em 1766, o Capitão-General de São Paulo, D. Luís Antônio de Souza Botelho Mourão, encarregou o Capitão Antônio Corrêa Barbosa de fundar uma povoação na foz do rio Piracicaba. Este, no entanto, optou pelo local habitado pelos índios Paiaguás, onde já se haviam fixado alguns posseiros, a 90 quilômetros da foz, entendendo ser o lugar mais apropriado da região. A povoação seria ponto de apoio às embarcações que desciam o rio Tietê, oferecendo retaguarda ao abastecimento do forte de Iguatemi, fronteiriço do território do Paraguai. Em 1784, Piracicaba foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde os terrenos melhores favoreciam sua expansão. A fertilidade da terra atraiu muitos fazendeiros, ocasionando a disputa de terras. Em 29 de novembro de 1821, foi elevada à categoria de Vila, tomando o nome de Vila Nova da Constituição, em homenagem à promulgação da Constituição Portuguesa, ocorrida naquele ano. A partir de 1836, deu-se um importante período de expansão. Não havia lote de terra desocupado e predominavam as pequenas propriedades. Além da cultura do café, os campos eram cobertos pelas plantações de arroz, feijão, milho, algodão e fumo, mais pastagens para criação de gado. Piracicaba era um respeitado centro abastecedor. Em 24 de abril de 1856, Vila Nova da Constituição foi elevada à categoria de Cidade. Em 1877, por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba, que significa "o lugar onde o peixe para".

Cidade pioneira na Industrialização

Ao final do ciclo do café, Piracicaba foi uma das primeiras cidades a desenvolver a sua industrialização o Brasil, principalmente com equipamentos para produção da cana de açúcar. Nesse contexto, Piracicaba chegou ao 52º maior PIB do país e o 14° maior do estado de São Paulo em 2012. Sede de instituições educacionais de renome, como Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (FOP), Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Universidade Anhembi Morumbi e a Faculdade de Tecnologia Campus Piracicaba Deputado Roque Trevisan (FATEC), e outras, Piracicaba é considerada como um centro regional de formação profissional, havendo grande variedade e disponibilidade de vagas em cursos técnicos na área da ciência e tecnologia.

Curiosidades

  • Piracicaba é responsável por cerca de 65% da produção de equipamentos consumidos pelo setor sucroalcooleiro nacional (produção de etanol, álcool e biodiesel), o que beneficia tanto os trabalhadores rurais quanto as instituições de pesquisa e biotecnologia
  • O município de Piracicaba conta com três cemitérios. Um deles, o Cemitério da Saudade foi construído em 1849, sendo a necrópole mais tradicional do município, onde estão enterrados cidadãos ilustres da cidade.
  • A cidade sedia o Salão Internacional de Humor de Piracicaba, um festival de humor gráfico realizado anualmente desde 1974. A competição é dividida em quatro categorias de humor: cartum, charge, tiras e caricaturas.
 

A PROAUTO tem orgulho em ser também Piracicaba!