Assistência 24 horas em todo Brasil

Cotar Agora
Curiosidades Notícias

Qual o tamanho da malha viária no Brasil e no mundo?!

Por Raphael Segato

Você já parou para pensar que nosso país tem dimensões continentais, certo!? Somos gigantes e estamos conectados por diversas formas, aeroportos, portos, mar e rios. Mas nada supera o tamanho da nossa malha viária.

Conhecida por BR, a nossa malha viária possui números que surpreende, mas ao mesmo tempo causam preocupação. O Brasil possui 1.720.700 quilômetros de estradas e rodovias, isso faz do país o dono da 4ª maior malha rodoviária do mundo. Por outro lado, há um dado que assusta, apenas 105.814 quilômetros são pavimentados. Dados apontam que apenas 12,4% da malha viária é pavimentada e que sua grande maioria é de pista única, ou seja, as tornam ainda mais perigosas.

Quem tem a maior malha rodoviária do país?

Para se ter uma ideia de como nossas rodovias são fundamentais, a malha rodoviária do Brasil é responsável pela movimentação de mais de 60% das mercadorias entre os estados e cerca de 90% dos passageiros, isso é o que mostrou o relatório anuário CNT de transporte. As estimativas apontam que existem cerca de 100 milhões de veículos circulando pelo trânsito no Brasil. Nesses números destaque para Minas Gerais, dona da maior malha viária do país. São 7689 Km de rodovias federais, 23663 km de rodovias estaduais e 238191 km de rodovias municipais.

Quem tem a melhor malha viária do país?

Outro destaque vai para São Paulo, dona das 14 melhores rodovias brasileiras, de acordo com a 24ª Pesquisa Rodoviária da Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada na última quinta-feira (2). A primeira colocada neste ranking nacional é a Rodovia Euclides da Cunha (SP- 320 – trecho Rubinéia/Mirassol), administrada pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER), do Governo de São Paulo. As outras 13 são concessionadas e estão sob a gestão da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). 

Qualidade que dói no bolso!

Mas vale lembrar que muito dessa qualidade tem um motivo, as rodovias pedagiadas. O Brasil lidera o ranking mundial de malha viária concedida a iniciativa privada, são 376 praças pedagiadas. Dessas 180 estão no estado de São Paulo. Para se ter uma ideia do quanto custa ter uma estrada de qualidade a Anchieta Imigrantes possui um custo de R$ 33 reais a cada 100 km rodados para os motoristas de caminhão.

A pergunta que fica é para onde vai o dinheiro dos pedágios?

Parte da arrecadação fica com os municípios cortados pelas estradas. O restante é investido na qualidade da estrada, duplicação, sinalização, segurança e tecnologia, além claro do lucro das concessionárias.  Ao todo são 1120532 km de rodovias pedagiadas no Brasil, entre rodovias federais e até mesmo municipais.

Qual a maior rodovia do Brasil?

A BR-116 maior rodovia do Brasil tem seu inicio na cidade de Fortaleza, capital do Ceará, percorrendo 10 estados chega ao seu final na cidade de Jaraguão, no estado do Rio Grande do Sul. São 4660 km de estradas.

Mas ela também carrega outro título nada agradável, a BR 116 Lidera o ranking de estrada mais perigos do país no ranking de acidentes fatais.

Qual é a rodovia da morte?

Diversas vezes você já deve ter ouvido em tele jornais sobre a rodovia da morte, muitas disputam esse título nada atrativo. Mas a BR-381/262 (MG/ES), mais conhecido como “Rodovia da morte”, muitas vezes é eleita a rodovia da morte em função do alto índice de acidentes ocorridos nela. Segundo o Mistério do Transporte, uma nova licitação está sendo preparada para que obras sejam realizadas no trecho com o objetivo de reduzir as mortes e acidentes.

Malha viária pelo mundo!

No ranking de maiores malhas viárias do mundo, liderança absoluta para os EUA, para se ter uma ideia são mais de 6,5 milhões de rodovias o suficiente para dar 500 voltas ao mundo. A China fica com o 2º lugar com uma malha viária que equivale a 180 vezes a extensão da Muralha da China. A Índia fica em 3º lugar, o Brasil ocupa a 4ª colocação seguido pelo Japão em 5º lugar, curioso porque o país possui a dimensão territorial do estado da Bahia. Mas se você acha que as rodovias japonesas são de alta qualidade, saiba que menos de um quinto delas são pavimentadas.

Bom, você já deve ter visto o tamanho do problema quando o assunto é trânsito. Esse é um desfio do mundo e que tira vidas e famílias inteiras em função dos acidentes. Por isso precaução e cuidado nunca é demais e salva vidas também. Junte-se a esse grupo de motoristas onde a vida vem em primeiro lugar.