A escolha de 180 mil motoristas

Cotar Agora
Notícias

Covid-19: STF aprova medidas restritivas para quem não se vacinar

Por PROAUTO

Dos 11 ministros, 10 votaram a favor da ação e apenas um votou contra. O plenário analisou duas ações que tratam da possibilidade de os governos federal, estaduais e municipais decidirem sobre a vacinação compulsória da população contra a COVID.  Apesar da aprovação das medidas restritivas, a vacinação obrigatória não significa que a imunização será forçada. De acordo com os ministros, a população não pode ser coagida a se vacinar. Vacinação De acordo com o STF, cada governo seja federal, estadual ou municipal deve definir como será a imunização. Em São Paulo, o governador João Doria, lançou o Plano Estadual de Imunização contra o Coronavírus, no dia 7 de dezembro. A campanha deve começar no dia 25 de janeiro, com prioridade para profissionais de saúde, pessoas com 60 anos ou mais, e grupos indígenas e quilombolas na primeira etapa. São Paulo também vai disponibilizar 4 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan para outros estados. Minas Gerais, assim como outros estado, seguem ainda com o calendário indefinido. Entenda: o que é o Coronavírus? É um vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do Coronavírus, COVID-19, foi descoberto na China, em dezembro de 2019. A doença pode causar sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte. Principais sintomas da Covid-19:
  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Como ocorre a transmissão?

A transmissão do Coronavírus ocorre pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos. É IMPORTANTE SE PREVENIR! A recomendação é evitar aglomerações, usar sempre máscara e álcool em gel. É importante ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência com água e sabão, tossir colocando o antebraço sobre a boca.